Educação

Notícias

Educação

Escolas estaduais profissionalizantes em Empreendedorismo receberão programa educacional

 01/09/2017 - 08:31h - Atualizado em 01/09/2017 - 08:33h

Por meio de uma parceria entre a Secretaria de Educação, Shell e a ONG Worldfund, professores de 37 unidades de ensino em horário integral serão capacitados no programa STEM


A parceria para implantar o programa educacional STEM Brasil nas 37 escolas públicas estaduais profissionalizantes em Empreendedorismo em horário integral foi firmada nesta quarta-feira, dia 30. Professores das áreas de Ciências Exatas (Física, Química, Matemática e Biologia) serão capacitados em uma metodologia inovadora de aprendizagem multidisciplinar baseada em experiências práticas para aplicar em sala de aula.



O evento de lançamento do projeto aconteceu no Colégio Estadual Chico Anysio, no bairro Andaraí, capital do Rio de Janeiro. Estiveram presentes representantes da Secretaria de Estado de Educação (Seeduc), estudantes e professores das escolas que receberão o programa.

No final de 2016, essas 37 unidades de ensino, localizadas em 25 municípios do Rio de Janeiro, aderiram ao Programa de Fomento à Implementação de Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral, do Ministério da Educação (MEC), e passaram a ofertar, neste ano, educação em horário integral. A iniciativa possibilitará que os jovens terminem o Ensino Médio e saiam preparados para o mercado de trabalho na área de Empreendedorismo, um dos setores que mais cresce no Brasil. Em quatro anos, cerca de 20 mil estudantes serão beneficiados.

– Nessas escolas, os alunos terão aulas sobre como empreender e abrir negócios, além de carga horária adicional em Português, Matemática e Inglês. As disciplinas serão desenvolvidas de acordo com princípios pedagógicos e pretendem levar os jovens a entender que empreender significa buscar soluções e alcançar objetivos – disse o secretário de Estado de Educação, Wagner Victer.

Criado pela ONG norte-americana Worldfund, o STEM Brasil é um programa de capacitação de professores nas áreas de Ciências (Física, Química, Matemática e Biologia) e de aprendizagem multidisciplinar baseado em experiências práticas. A sigla é uma referência em inglês às disciplinas Science, Technology, Engineering, and Math, ou seja, Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática.



– É mais uma parceria de longo prazo firmada com a Secretaria estadual de Educação e que tem como objetivo prover projetos na área de educação científica. É um orgulho dar continuidade ao STEM Brasil nas escolas do Rio de Janeiro, formando professores e oferecendo experimentos práticos em sala de aula aos alunos – informou a gerente de performance social da Shell, Pâmella De-Cnop.

O secretário de Estado de Educação destacou, ainda, que essas escolas já contam com a parceria do Sebrae e Instituto Ayrton Senna para capacitação dos professores da rede estadual na área de Empreendedorismo.
 




Encontre em um mesmo espaço serviços públicos facilitando a vida do cidadão e do empresário.

Diário Oficial

  

  

 

PROGRAMAS E AÇÕES

___________________   Participe das redes sociais    _____________________