Procuradoria Geral

Notícias

Procuradoria Geral do Estado

Programa de Acesso à Inclusão Social forma primeira turma

 20/12/2016 - 15:06h - Atualizado em 20/12/2016 - 19:17h

Primeira turma do Programa de Acesso à Inclusão Social da Procuradoria Geral do Estado (PAIS – PGE) recebeu o certificado de conclusão de curso na cerimônia realizada em 15/12


A primeira turma do Programa de Acesso à Inclusão Social da Procuradoria Geral do Estado (PAIS – PGE), chamada de Augusto Werneck, recebeu o certificado de conclusão de curso na cerimônia realizada em 15/12, no auditório Machado Guimarães (14º andar). Estavam presentes o Subprocurador do Estado, Rodrigo Mascarenhas, o Defensor-Público Geral do Estado, André Luís de Castro, o Procurador-Chefe e a Procuradora-Assistente do CEJUR, Anderson Schreiber e Nathalie Giordano, , o Presidente do Conselho Estadual do Direito dos Negros, Luiz Eduardo Negro Ogum, o Superintendente de Políticas para Pessoas com Deficiências da Secretaria de Defesa dos Direitos Humanos, Marcos Castilho, o Diretor da ONG Educafro, Frei David, , o Procurador do Estado, Augusto Werneck e os Procuradores também professores do curso, Fernando Froes e Leonardo Carrilho.


Na abertura da cerimônia o Subprocurador do Estado ressaltou o orgulho do programa e parabenizou os formandos.
- Esse é um programa do qual todos nós nos orgulhamos e desejo as estrelas do dia, meus parabéns, e o voto de muito em breve encontrar boa parte de vocês como meus colegas aqui na Procuradoria Geral do Estado – disse Rodrigo Mascarenhas aos formandos.


O PAIS-PGE, elaborado pelos procuradores Augusto Werneck, Leonardo Mattietto, Ciro Grynberg e José Carlos Vasconcellos, visa promover atualização e capacitação jurídica para pessoas que já são bacharéis em Direito e pertencem aos grupos sociais destinatários das cotas legalmente instituídas no Estado e que tenham renda mensal familiar não superior a quatro salários mínimos.


- Essa iniciativa é pioneira nas instituições públicas brasileiras. Em geral, criam-se cotas para o acesso a concursos públicos, mas não se oferece cursos para o aprimoramento do conhecimento dos potenciais candidatos. Assim, as vagas reservadas acabam não sendo preenchidas e a política de cotas não realiza o seu papel - explica o Procurador-Chefe do CEJUR, Anderson Schreiber.


O formando Neylton Rodrigues Soares, morador de Inhaúma, subúrbio do Rio, filho da empregada doméstica Luzia Soares, relembra a dificuldade para conseguir ingressar na faculdade.


- Lembro de cada faxina que minha mãe fez para pagar as minhas inscrições no vestibular e na época você pagava taxa pra cada faculdade, algumas que eu não consegui pagar os professores do colégio me ajudaram, relatou orgulhoso o formando. Ele conta que a experiência vivida no curso foi única.


- É muito emocionante ler uma notícia sobre uma ação no Supremo e depois ter aula com o procurador que escreveu. No curso a gente aprende muito mais do que lendo um livro. O que eu tive aqui você não consegue pagando em um cursinho lá fora, mesmo tendo dinheiro - conta Neylton.


O idealizador do programa Augusto Werneck, que recebeu uma placa de homenagem da turma, atuou na defesa da implantação do sistema de cotas nas universidades do estado do Rio de Janeiro e afirma que apenas o sistema não é suficiente.


- O sistema de cotas sozinho pode gerar uma comprovação da lógica do racismo. Para evitar isso, nós conseguimos que o PAIS fosse criado. O saber foi expropriado no Brasil, o conhecimento aqui não é só pela classe, também é pela cor. Esse é um fenômeno que faz com que, mesmo com o sistema de cotas existente e uma série de ações afirmativas, na hora de disputar as melhores vagas do mercado de trabalho os afrodescendentes são excluídos - conta Werneck.
Ele ainda finaliza e conta que o objetivo do curso é proporcionar igualdade de conhecimento.


- A gente quer com isso que as pessoas fiquem mais iguais as outras na medida em que adquiriram conhecimento gratuito, que só elas podem ter, porque quem não tem essas características só adquire esse conhecimento pago - justifica o idealizador do programa.


  • Fotos

  • Formatura da Primeira Turma do PAIS-PGE - 15.12.2016 001.JPG

    7 fotos | Procuradoria Geral do Estado | 20/12/2016

    Programa de Acesso à Inclusão Social forma primeira turma - 15.12.2016 - FOTOS



Encontre em um mesmo espaço serviços públicos facilitando a vida do cidadão e do empresário.

Diário Oficial

  

  

 

PROGRAMAS E AÇÕES

___________________   Participe das redes sociais    _____________________