Imprensa RJ

Notícias

Procon

Procon autua sete estabelecimentos em Copacabana e Campo Grande

 05/10/2018 - 18:03h - Atualizado em 05/10/2018 - 18:04h

No bairro da Zona Sul, quatro estabelecimentos não tinham certificado dos Bombeiros


Sete dos nove estabelecimentos vistoriados nesta sexta-feira (05/10) pelo Procon Estadual foram autuados. Os fiscais estiveram nos bairros de Campo Grande, na Zona Oeste, e Copacabana, Zona Sul da cidade.

 

Foram descartados 16kg e 950g de alimentos impróprios para o consumo, entre vencidos e sem informação do prazo de validade. Eles foram encontrados nos estabelecimentos Brasas Grill (Rua Alfredo de Moraes, 755) e O Brazeiro (Estrada do Cabuçu, 36), ambos em Campo Grande.


Em Copacabana, quatro estabelecimentos autuados estavam sem o certificado do Corpo de Bombeiros. São eles: Blu-X (Rua Figueiredo de Magalhães, 219, loja B), Folic (Rua Santa Clara, 50, loja C), Luidgi Spoeciale (Rua Figueiredo de Magalhães, 219-A) e Rebeca Barreto (Rua Santa Clara, 75, loja B).


Não foram encontradas irregularidades nas lojas Armadillo e Cavendish, localizadas respectivamente nos números 42, loja A, e 75, sala 1.001, da Rua Santa Clara, em Copacabana.


Balanço da operação:


1 - Blu-X (Rua Figueiredo de Magalhães, 219, loja B, Copacabana): Ausência do certificado do Corpo de Bombeiros e de preços nos produtos.


2 - Brasas Grill (Rua Alfredo de Moraes, 755, Campo Grande): Problemas estruturais: na câmara resfriada da cozinha, ralo quebrado e sem proteção, buracos na parede, mofo no sistema de refrigeração e prateleira quebrada. Na câmara resfriada de carnes, prateleiras com ferrugem, parte da parede sem azulejo e com mofo e batente de madeira. Na cozinha, piso quebrado, ralo não sifonado e sem proteção, lixeira sem tampa e sem pedal e fiação exposta. Piso quebrado na área da churrasqueira. Alimentos sem informação da data de validade: 700g de salpicão, 1kg e 700g de camarão cozido, 1kg de nhoque cozido, 8kg de torresmo assado, 2kg de frango desfiado, 2kg de carne moída cozida, 800g de queijo coalho e 1kg e 500g de molho de tomate. Ausências do certificado de dedetização atualizado, do certificado de potabilidade da água, do cartaz do Disque 180 (denúncias de casos de violência contra a mulher) e do cartaz que informa a oferta gratuita de água potável para os clientes.


3 - Folic (Rua Santa Clara, 50, loja C, Copacabana): Ausências do certificado do Corpo de Bombeiros e do cartaz com o telefone e o endereço do Procon-RJ.


4 - Luidgi Spoeciale (Rua Figueiredo de Magalhães, 219-A, Copacabana): Ausência do certificado do Corpo de Bombeiros.


5 - O Brazeiro (Estrada do Cabuçu, 36, Campo Grande): Produtos vencidos: 5kg de arroz cozido, 800g de fermento, 300g de batata fatiada e 350g de linguiça calabresa fatiada. Problemas estruturais: ralo não sifonado e sem tela de proteção na área de preparo da cozinha e lixeira sem tampa e sem acionamento por pedal na copa.


6 - Pão de Açúcar (Rua Ministro Viveiros de Castro, 38, Copacabana): Ausência de caixa para atendimento a portadores de deficiência com largura mínima de 90cm. Problemas estruturais: ferrugem no batente da porta da câmara de resfriados de pratos prontos, ferrugem no rodapé da câmara de preparo de frutas, legumes e verduras. Piso da câmara de resfriados e congelados de laticínios com rugosidades, buracos e rachaduras. Piso com rugosidades e buracos na câmara de resfriados e congelados de carnes. Teto sem forro na área de preparo da padaria. Livro de Reclamações não tinha a razão social e o CNPJ atuais.


7 - Rebeca Barreto (Rua Santa Clara, 75, loja B, Copacabana): Ausências de preços em roupas expostas à venda na vitrine, do certificado do Corpo de Bombeiros e do Livro de Reclamações.
 




Encontre em um mesmo espaço serviços públicos facilitando a vida do cidadão e do empresário.

Diário Oficial

  

 

___________________   Participe das redes sociais    _____________________