Imprensa RJ

Notícias

Procon

Procon Estadual autua seis churrascarias na Zona Sul do Rio

 12/03/2018 - 17:26h - Atualizado em 12/03/2018 - 17:26h
 » Ascom do Procon

Foram descartados mais de 50kg de alimentos impróprios ao consumo


O Procon Estadual realizou nesta segunda-feira (12/3) uma nova etapa da Operação Navalha na carne, que tem o objetivo de fiscalizar churrascarias. A ação ocorreu nos bairros de Botafogo, Glória, Catete, Gávea, Jardim Botânico e Leblon, na Zona Sul do Rio. Dos oito estabelecimentos vistoriados, seis foram autuados e mais de 50kg de alimentos impróprios ao consumo foram descartados.

 

A Churrascaria Cruzeiro do Sul, localizada na Av. Repórter Nestor Moreira, 42, em Botafogo, armazenava 14kg de cupim, 6kg de picanha nobre e 4kg e 500g de queijo parmesão sem especificação de data de vencimento. Os fiscais constataram que a câmara resfriada e de carnes estava com azulejos quebrados, teto descascando e com bolor, fiação exposta e goteira sobre as carnes estocadas. Já na cozinha, o piso estava quebrado, as lixeiras sem tampa e as janelas sem tela de proteção. A porta da câmara frigorifica estava com ferrugem e bolor. Os agentes deram o prazo de 15 dias para os reparos necessários. Além disso, o restaurante não apresentou o certificado do Corpo de Bombeiros e estavam ausentes os cartazes com o telefone e endereço do Procon-RJ, o telefone do Disque 180 do combate à violência contra a mulher e o que informa o fornecimento de água filtrada e gratuita aos clientes.

Já a Churrascaria Assador, localizada no antigo endereço da famosa Churrascaria Porcão, na Av. Infante Dom Henrique, na Glória, armazenava diversos produtos vencidos: vários molhos , 8kg de polenta, 250g de queijo e um litro de chope. Entre os produtos sem especificação de prazo de validade, havia mais 26 litros de chope, 2kg de feijão e 1kg de pão italiano,além de 3kg de carne bovina no espeto, armazenadas cruas misturadas com assadas.
 

As churrascarias Fogo de Chão (Av. Repórter Nestor Moreira, 42 – Botafogo) e Filé de Ouro (Rua Jardim Botânico, 731 – Jardim Botânico) não apresentaram irregularidades.
 

O nome da operação é uma referência a peça de Plínio Marcos, do mesmo nome, cuja montagem mais famosa contou com Tônia Carrero, falecida este mês. A peça ganhou duas versões cinematográficas.


Balanço da Operação Navalha na Carne


1 – Catete Grill (Rua do Catete, 239 – Catete):
Produtos sem especificação de validade: 1kg e 400g de queijo gorgonzola, 2kg e 100g de queijo parmesão, 1kg e 600g de gruyere, 300g de salame, 300g de azeitona recheada, 400g de azeitona. Porta da câmara frigorífica com ferrugem. Prazo de 15 dias para reparo. Produtos encontrados em contato direto com o chão no estoque seco. Ausência do cartaz com o telefone e endereço do Procon-RJ.
 

2 – Assador (Av. Infante Dom Henrique, S/N – Glória): Produtos vencidos: 320g de molho vinagrete, 320g de molho de maracujá, 425g de molho de vinho, 340g de catchup, 270g de molho de mostarda, 200g de molho pesto, 1 litro de chope em barril em uso, 8kg de polenta, 250g de queijo. Produtos sem especificação de validade: 26 litros de chope em barris distintos em uso, 2kg de feijão, 1kg de pão italiano, 3kg de carne bovina no espeto, cruas misturadas com assadas.
 

3 – Churrascaria Cruzeiro do Sul (Av. Repórter Nestor Moreira, 42 – Botafogo): Foi constatada que a câmara resfriada e de carnes estava com azulejos quebrados, teto descascando e com bolor, fiação exposta e goteira sobre as carnes estocadas. Na área da cozinha foi constatado: piso quebrado, lixeiras sem tampa e janelas sem tela de proteção. Produtos sem especificação: 14 kg de cupim, 6kg de picanha nobre, 4kg e 500g de queijo parmesão. A porta da câmara frigorifica estava com ferrugem e bolor. Ausência do certificado do Corpo de Bombeiros. Dado o prazo de 15 dias para reparos. Ausência do cartaz com o telefone e endereço do Procon-RJ. Ausência do cartaz com o telefone do Disque 180 do combate à violência contra a mulher. Ausência do cartaz que informa o fornecimento de água filtrada e gratuita.
 

4 – Braseiro da Gávea (Praça Santos Dumont, 116 – Gávea): Ausência do certificado de potabilidade da água. Foram encontrados 2kg de massa para bolinho de bacalhau sem especificação quanto à data de validade.
 

5 – Restaurante Madero (Av. Ataulfo de Paiva, 270 – Leblon): Livro de Reclamações não autenticado. Ausência do certificado do Corpo de Bombeiros.
 

6 – Churrascaria Majórica (Rua Senador Vergueiro, 11 – Botafogo): Porta do refrigerador da cozinha quebrada, sem vedação. Produtos vencidos: 2kg e 250g de queijo parmesão. Ausência do cartaz com o telefone e endereço do Procon-RJ. Ausência do certificado do Corpo de Bombeiros.

 




Encontre em um mesmo espaço serviços públicos facilitando a vida do cidadão e do empresário.

Diário Oficial

  

 

___________________   Participe das redes sociais    _____________________