Imprensa RJ

Notícias

Saúde

Laboratório estadual é referência em saúde pública

 11/10/2017 - 08:41h - Atualizado em 11/10/2017 - 08:41h
 » Fernanda Domingues

Local realiza diagnóstico de doenças e controle da qualidade de produtos


O Laboratório Central Noel Nutels (Lacen), vinculado à Subsecretaria de Vigilância em Saúde da Secretaria de Saúde, é referência no Estado do Rio. O Lacen-RJ é responsável por realizar análises de amostras biológicas – como sangue, tecidos e urina –, água, alimentos, além de outros produtos, para identificar tanto doenças quanto alterações que possam causar danos à saúde pública. Entre os principais exames realizados pelo laboratório estadual, estão: meningite, HIV, hepatite, cultura para tuberculose, hanseníase, vírus da gripe e doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti, como a dengue, o zika vírus e a chikungunya.

O resultado das análises realizadas pelo Lacen-RJ é usado em várias frentes. Na área da Vigilância Epidemiológica e Ambiental, por exemplo, essas informações servem para identificar a presença de doenças em determinada área, de forma a permitir ações de combate e/ou prevenção. Em alguns casos, por exemplo, a análise permite identificar se uma pessoa morreu de meningite, e de que tipo, sendo assim possível ações de prevenção para evitar que pessoas próximas à ela também fiquem doentes. No caso dos exames que apontam qual tipo de dengue está circulando em um determinado município, também é possível planejar ações de combate ao vetor e de assistência ao paciente.

– O Lacen-RJ é um órgão de extrema importância para a gestão de saúde e para a sociedade, porque realiza análises que vão garantir o planejamento de ações de vigilância sanitária, epidemiológica e ambiental – afirmou o secretário de Saúde, Luiz Antônio Teixeira Jr.

Alta complexidade

Por ser referência, o Lacen-RJ coordena toda a rede de laboratórios que atendem pelo Sistema Único de Saúde (SUS), capacitando os profissionais que neles atuam. Os municípios são responsáveis pelos exames de baixa complexidade e os de média e alta ficam sob responsabilidade do órgão estadual. Sendo assim, sempre que os municípios precisam de algum exame mais complexo, encaminham as amostras para serem analisadas pela equipe do Lacen-RJ.

Entre as atribuições mais demandadas estão a realização de análises laboratoriais no Núcleo de Biologia Médica, que inclui os exames de doenças de notificação compulsória (quando são obrigadas a serem comunicadas), principalmente dengue, HIV, hepatite, tuberculose e toxoplasmose.

– É importante a vigilância dos agravos e produtos que podem causar danos à saúde. Sem o laboratório, não se confirmam os agravos que estão em circulação para que as medidas de proteção e prevenção possam ser adotadas – destacou o subsecretário de Vigilância em Saúde, Alexandre Chieppe.

Área técnica

A área técnica de produtos é responsável pela realização de análises de alimentos, água, bebidas para consumo humano e outros produtos, solicitados a partir de denúncias passadas às vigilâncias sanitárias do Estado e dos municípios, ou de ações de controle programadas.

O laboratório do Governo do Estado do Rio de Janeiro faz a verificação da qualidade da água mineral que é vendida nos munícipios fluminense, além de analisar alimentos, para verificar se eles apresentam riscos à saúde pública (ex: presença de pelo de roedores ou de bactérias nas amostras).

Também é feita a análise de rotulagem de alimentos, que verifica, dentre outras coisas, se o conteúdo da embalagem corresponde ao apresentado no rótulo.

Além de comidas e bebidas, o Laboratório Central Noel Nutels realiza ainda a análise de medicamentos industrializados e manipulados.


  • Fotos

  • Laboratório estadual é referência em saúde pública.

    2 fotos | Saúde | 10/10/2017

    Laboratório estadual é referência em saúde pública



Encontre em um mesmo espaço serviços públicos facilitando a vida do cidadão e do empresário.

Diário Oficial

  

 

___________________   Participe das redes sociais    _____________________