Notícias

Você está aqui: Início/Notícias


Procon-RJ orienta consumidores para as compras de Páscoa


Já é tradição na Semana Santa o consumo de peixes e ovos de chocolate. Com o objetivo de orientar os consumidores que deixaram as compras para a última hora, o Procon Estadual preparou uma lista de dicas sobre o que a população fluminense deve observar nos estabelecimentos e produtos. Desde o início do mês, a autarquia também intensificou as operações de fiscalização em lojas do Rio e Grande Rio.

 

- Realizamos a operação “Pernalonga”, focada nos estabelecimentos que comercializam chocolates. O que mais encontramos de irregularidade foi a ausência de cartaz do combate à violência contra a mulher e ainda, produtos expostos para venda sem preços. Na última semana, também percorremos locais que vendem peixes, como Mercado São Pedro, em Niterói, e peixarias nas Zonas Oeste, Sul e Norte da cidade do Rio – disse a diretora de fiscalização do Procon-RJ, Elisa Freitas.

 

De acordo com o Procon-RJ, é preciso observar se o peixe está fresco. Para isso, alguns aspectos devem receber atenção na hora de escolher o prato.

 

- As escamas do peixe têm de estar presas ao corpo, os olhos brilhantes e as vísceras não podem estar expostas. Além disso, o cheiro tem que ser o característico de peixe e as brânquias deve estar com a coloração entre vermelha a rosada – explicou Elisa, que ainda ressaltou que o consumidor deve prestar atenção nos detalhes:

 

- Muitas pessoas confundem o peixe tipo bacalhau do bacalhau tradicional. Peixes saithe, zarbo e ling são do tipo bacalhau. Considerado bacalhau de fato só as variações do peixe cod: macrocephalus e gadus morhua. É obrigação das lojas informar o consumidor desta diferença, que impacta, principalmente no preço. O bacalhau deve, ainda, não ter manchas pretas ou vermelhas, que indicam mofo e umidade. Por ser um peixe seco, também deve ser observado se o sal desprende facilmente do bacalhau – salientou Elisa.

 

Atenção aos ovos de chocolate

 

Outro item muito procurado na Páscoa, os ovos e produtos de chocolate fazem sucesso entre crianças e adultos. A diretora de fiscalização do Procon-RJ alerta que o mais importante é observar a data de validade do produto.

 

- Nos casos dos ovos com temáticas infantis, onde são comuns brinquedos, deve-se observar se consta a certificação do Inmetro, bem como a classificação etária. E o peso que consta na embalagem deve se referir apenas ao próprio ovo, sem levar em conta o peso do brinde. As pessoas devem prestar atenção na embalagem, para verificar se não há nada quebrado – falou Elisa.

 

Os consumidores podem buscar o Procon Estadual para informações e denúncias através dos canais de atendimento: telefone 151, atendimento presencial, nosso site www.procononline.com.br, pelo aplicativo "Procon RJ" para smartphones e tablets e também pelo e-mail reclame@procon.rj.gov.br.