Notícias

Mais pesquisados:
  • PROCON
  • DETRAN
  • CURSOS
  • IDENTIDADE
  • IPVA
  • PÁGINA INICIAL > IMPRENSA > NOTÍCIAS
    Moskow


    Saúde participa de ação de combate ao Aedes em Niterói


    O secretário de Estado de Saúde, Edmar Santos, esteve na manhã desta segunda-feira (02/12) em Niterói, onde acompanhou a visita do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, a uma clínica comunitária no Fonseca, na Zona Norte da cidade. No local, foram soltos mosquitos Aedes aegypti infectados na Fiocruz com a bactéria Wolbachia. A iniciativa inibe a transmissão de doenças como dengue, zika e chikungunya.

     

    A Fiocruz afirma que houve redução de cerca 75% nos casos de chikungunya em Niterói nos últimos dois anos. Foram comparadas as áreas da cidade que receberam mosquitos que têm o Wolbachia com áreas que não receberam.

     


    No Brasil, segundo o governo federal, os mosquitos com Wolbachia já foram liberados em bairros do Rio e Niterói. No próximo ano, com apoio do Ministério da Saúde, a iniciativa deverá chegar a Campo Grande (MS), Petrolina (PE), Belo Horizonte (MG), Fortaleza (CE), Manaus (AM) e Foz do Iguaçu (PR).
    Desde 2011, o Ministério da Saúde e a Fundação Bill & Melinda Gates e National Institutes of Health já investiram no Método Wolbachia R$ 31,5 milhões.

     

    O que é o Método Wolbachia?


    Trata-se de uma metodologia que, segundo o Ministério da Saúde, é inovador, autossustentável e complementar às demais ações de prevenção ao mosquito. Ele consiste na liberação do Aedes aegypti com o microrganismo Wolbachia na natureza, reduzindo sua capacidade de transmissão de doenças. No Rio, foi aplicado no bairro de Tubiacanga, na Ilha do Governador, e em Niterói.