Notícias

Você está aqui: Início/Notícias


CGE realiza ação da Ouvidoria Itinerante em Ipanema


Por Ascom da CGE-RJ

A Controladoria Geral do Estado (CGE RJ) realizou, nesta quarta-feira (29/5), mais uma ação do projeto Ouvidoria Itinerante, em Ipanema. Ouvidores estaduais estiveram na Praça Nossa Senhora da Paz para atender reclamações, sugestões, denúncias e solicitações da população relacionadas ao Governo do Estado. Esta é a terceira edição do evento, que já foi realizado na Central do Brasil e no Largo da Carioca.


O controlador-geral do Estado, Bernardo Barbosa, esteve no local e garantiu que mais pontos do Estado do Rio irão receber ações do projeto.  


– Esse é só o começo do nosso trabalho, pretendemos levar a Ouvidoria Itinerante da CGE RJ para as zonas Norte e Oeste do Rio e para cidades da Baixada e do interior. Para melhorarmos os serviços públicos prestados à população, precisamos aproximá-la do Estado e ouvir suas necessidades – ressaltou o controlador-geral.   


Também participaram do evento o ouvidor-geral do Estado, Magno Tarcísio de Sá, e representantes das ouvidorias do Detran-RJ, da Agência Reguladora de Serviços Públicos Concedidos de Transportes Aquaviários, Ferroviários e Metroviários e de Rodovias do Estado do Rio de Janeiro (Agetransp), do Conselho Regional dos Corretores de Imóveis do Rio de Janeiro (CRECI-RJ) e do Conselho Regional de Contabilidade (CRC RJ).


Para a ouvidora do Detran, Karina Continentino, levar o serviço para as ruas é a principal maneira de aproximar o cidadão do órgão.


– Hoje tivemos o prazer de ficar mais próximo da população e atender as demandas mais de perto. Conseguimos esclarecer dúvidas e receber sugestões, promovendo uma maior união entre o usuário e o departamento – disse.


População aprova ação


A tradutora Valeri Chaves, de 78 anos, que buscava solucionar um problema referente à pensão que recebe do Rio Previdência, elogiou a inciativa.


– Fui muito bem atendida e orientada, vou prosseguir com minha solicitação através do sistema virtual e-Ouv. Torço para que o evento aconteça mais vezes – contou.


A aposentada Leila Martis procurou a CGE RJ para pedir mais policiamento para o bairro.


– É importante registrar a reclamação junto ao Governo do Estado, porque só assim vou ter a garantia de que as autoridades estão cientes do problema e vou poder cobrar as soluções – afirmou. 


Os atendimentos foram realizados das 10h às 15h.