Notícias

Mais pesquisados:
  • PROCON
  • DETRAN
  • CURSOS
  • IDENTIDADE
  • IPVA
  • PÁGINA INICIAL > IMPRENSA > NOTÍCIAS
    Divulgação


    Agentes da Operação Lei Seca recebem treinamento


    Por Julia de Brito

    Agentes das ações de conscientização desenvolvidas pela Operação Lei Seca passaram por treinamento sobre técnicas de oratória e autoconhecimento, nesta sexta-feira, no Palácio Guanabara. Os profissionais, que são pessoas com deficiência, integram as equipes que atuam em locais de grande circulação de pessoas e nas palestras que acontecem em escolas e universidades. 
             

    - Convidamos duas consultoras para realizarem o treinamento. Nesta primeira palestra foi desenvolvido um trabalho direcionado às técnicas de oratória, elas são importantes já que realizamos palestras em diversas instituições e locais. Mas também decidimos focar na motivação destes profissionais e na superação das dificuldades que eles enfrentaram e enfrentam, já que atuam nas ações de conscientização sensibilizando a população por meio de suas histórias de vida. Estes agentes foram vítimas da mistura álcool e direção. São pessoas que contribuem para promover a Operação Lei Seca e mostrar aos cidadãos que dirigir alcoolizado é perigoso – explicou a coordenadora geral, Veronica de Oliveira.
     

    Os agentes assistiram a um vídeo sobre Nicholas James Vujicic, palestrante motivacional nascido com a rara síndrome Tetra-amelia. Exemplo de superação, o australiano tem o talento de envolver a plateia com suas histórias e a maneira bem-humorada de lidar com o público. 


    - Um  palestrante precisa usar bem a voz e a palavra. Além disso, precisa chamar a atenção da plateia. Existem técnicas para conduzir palestras e atividades educativas para os públicos adulto e juvenil – destacou a especialista em Comunicação, Jana Moraes.
     


    Para a agente Carolina Basílio de Moraes, de 36 anos, a experiencia foi significativa:
     

     - Foi uma oportunidade transformadora porque nem sempre temos a chance de praticar o autoconhecimento. E isso é muito importante para quem desenvolve um trabalho com o público porque se conhecer é fundamental para acreditar no que se faz. Além disso, através da nossa oratória nas palestras, não só levamos a questão da problemática álcool e direção, mas também atingimos corações e provocamos reflexões como faz o palestrante australiano  Nicholas James Vujicic - disse.