Notícias

Você está aqui: Início/Notícias


Governador sobrevoa áreas atingidas pelas chuvas em Barra Mansa


O governador Wilson Witzel e o secretário de Defesa Civil e Corpo de Bombeiros, cel Roberto Robadey, sobrevoam neste momento as áreas atingidas pelas chuvas no município de Barra Mansa. A cidade do Sul Fluminense foi uma das mais castigadas pelo temporal. O governador instalou um gabinete de crise e colocou toda a estrutura da administração estadual à disposição dos prefeitos dos municípios que decretaram calamidade e/ou estão em estágio de atenção. Equipes da Cedae, do DER, e das secretarias de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, Defesa Civil e Corpo de Bombeiros, Ambiente, Polícia Civil e Polícia Militar atuam para auxiliar as cidades afetadas.

 

Uma equipe composta por 10 técnicos, assistentes sociais e psicólogos da Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos está se deslocando para Barra Mansa para assessorar o município na gestão de abrigos e na prestação dos serviços socioassistenciais. Além disso, estão levando alimentos para suprir a necessidade imediata de aproximadamente 225 famílias e instrumentos para operacionalizar cadastros e possíveis benefícios a serem posteriormente concedidos como Aluguel Social.

 

A Defesa Civil do Estado deslocou uma equipe, na manhã deste sábado (18.05), para Cabo Frio com o objetivo de apoiar as prefeituras dos municípios adjacentes afetados. Cabo Frio, Arraial do Cabo e São Pedro da Aldeia acionaram formalmente a Sedec-RJ para auxiliar nas ações de mitigação dos danos.

 

Os municípios de Araruama, Arraial do Cabo, Armação dos Búzios, Cabo Frio, Iguaba Grande, Macaé, Rio das Ostras, Saquarema, São Pedro da Aldeia e Silva Jardim registraram, entre as ocorrências, pontos de alagamento e inundação, deslizamentos de terra e diversos cortes de árvores. Macaé, Rio das Ostras, São Pedro da Aldeia e Araruama ainda contabilizam desabrigados e desalojados.

 

A Defesa Civil do Estado está em contato permanente com os municípios e prestando assistência, por meio de consultoria técnica, aos prefeitos e gestores municipais de Defesa Civil. O Centro Estadual de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais (Cemaden-RJ) segue monitorando as condições meteorológicas e os níveis pluviométricos de todo o Estado.