Notícias

Mais pesquisados:
  • ESTADO
  • RIO
  • RIO
  • GOVERNO
  • DETRAN
  • PÁGINA INICIAL > IMPRENSA > NOTÍCIAS
    Rogério Santana


    Governo do Estado promove futebol solidário com craques do Tetra


    8 de janeiro de 2022

     

    O governador Cláudio Castro esteve, neste sábado (08/01), no Encontro de Titãs do Tetra Solidário, idealizado pela Secretaria de Estado de Esporte e Lazer. A partida, que aconteceu no estádio do Caio Martins, em Niterói, arrecadou alimentos para doação. O evento colocou frente a frente Romário e Ricardo Rocha, uma dupla que ajudou a trazer o tetracampeonato para o Brasil em 1994.

     

    - Nós sabemos o quanto o esporte é importante e fundamental nesse processo de retomada que o Rio de Janeiro se encontra. É uma alegria ver esses craques eternos em um evento como esse, que ajuda no combate à fome e também incentiva os jovens a se envolver com o esporte - destacou o governador Cláudio Castro.

     

    O secretário de Esporte e Lazer, Gutemberg Fonseca, ressaltou que pretende colocar essa partida beneficente em definitivo no calendário esportivo do Rio de Janeiro.

     

    -  Esta é mais uma forma de usar o esporte para ajudar a quem precisa. O Romário e o Ricardo Rocha adoraram a ideia e fizeram bonito. Eles são ídolos de toda uma geração e como ídolos entendem que têm esse papel transformador na sociedade - disse.

     

    Herói do Tetra, Romário fez 5 dos 11 gols da Seleção Brasileira na Copa de 94. Embora não tenha marcado na final, contra a Itália, foi o gol do Baixinho de cabeça que garantiu a vitória sobre a Suécia, na semifinal.

     

    - Um futebol solidário como esse reúne duas coisas muito interessantes. Primeiro, o objetivo maior, que é arrecadar a maior quantidade possível de alimentos e assim ajudar o maior número possível de pessoas. O segundo é rever amigos, colegas e companheiros de profissão, que tem também um significado muito legal - afirmou o também senador Romário.

     

    Já Ricardo Rocha disputou apenas a estreia da Seleção na Copa, contra a Rússia. O zagueiro teve uma lesão muscular e não conseguiu voltar ao campo até o fim da competição. Ele pediu para seguir com o grupo na concentração e não foi cortado e teve papel fundamental na conquista. Ele também enfatizou a importância do futebol solidário.

     

    -  A causa é nobre e o que vale é o espírito de solidariedade, a chance de ajudar o próximo. Sem contar que é uma ótima oportunidade de rever grandes amigos que o futebol nos deu - disse.

     

    Além da dupla do Tetra, outros craques como Djalminha, Mauro Galvão e Rafinha  marcaram presença. O Encontro de Titãs do Tetra Solidário teve apoio do RioSolidario, que vai cuidar do armazenamento e posterior distribuição dos alimentos.