Notícias

Você está aqui: Início/Notícias


Seleção brasileira de beach soccer promove oficina para alunos da rede estadual


Nesta sexta-feira (3/5), treinadores e atletas de beach soccer receberam, no Parque Olímpico da Barra da Tijuca, mais de 40 alunos do Colégio Estadual Pedro Álvares Cabral, localizado em São João de Meriti, na Baixada Fluminense, para uma aula prática intensiva sobre o esporte. A oficina, ou clínica social, foi promovida pela Conmebol, em parceria com a Secretaria de Estado de Educação e com apoio da CBF e da Confederação de Beach Soccer do Brasil (CBSB), no dia que antecede as semifinais das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo da Fifa 2019.

 

Os estudantes, com idades entre 15 e 18 anos, foram acompanhados pela diretora-adjunta, Cleide Lopes, e por professoras da unidade.

 

– Jogar na areia é uma novidade para os nossos alunos, mais acostumados com o futebol de campo. Eles estão muito empolgados com essa oportunidade – disse a diretora Cleide.

 

Para Gabriel Morett Prates Santos, de 16 anos, o cansaço foi superado pela satisfação de conhecer uma nova modalidade esportiva.

 

– Achei uma experiência interessante, porque foi meu primeiro contato com o futebol de areia. Cansa bem mais, mas agora eu já vou pensar em arrumar uma bola quando for à praia – relatou.

 

Quem também não conhecia o beach soccer, mas já mostrou talento, foi o estudante Bruno Vinícius Vieira de Almeida Rodrigues, de 18 anos.

 

– Sempre gostei de futebol de campo, mas o de areia é uma novidade para mim. Gostei muito e quero continuar treinando – explicou o jovem, que já jogou em campeonatos sub-17 e sonha seguir na carreira.

 

De acordo com o secretário de Educação, Pedro Fernandes, a prática esportiva é uma grande aliada da Educação.

 

– Essa parceria é muito importante para que nossos jovens tenham acesso a um esporte tão dinâmico e lúdico, e também a chance de conhecer os atletas e receber dicas especiais desses craques – destacou o secretário de Educação, Pedro Fernandes.

 

Além de atletas das seleções brasileira e peruana de beach soccer, o evento contou com a presença do gerente-geral das Eliminatórias, Pablo Candido de Moraes; do técnico da seleção peruana, Chicão Castelo Branco, que comandou a clínica social; e representantes da Autoridade de Governança do Legado Olímpico (AGLO).